Lote 0
Carregando...

Tipo:
Diversos

APRESENTAÇÃO: Em obediência às nossas melhores tradições, apresenta-se ao público o XI GRANDE LEILÃO A.R: DISCOTECA 78RPM, FOTOGRAFIAS, LIVROS RAROS, PERIÓDICOS, AUTÓGRAFOS E PINTURAS, onde diversos personagens da vida brasileira (e alguns estrangeiros) se fazem presentes. Muitos deles manifestam-se no catálogo sob formas diversas, seja nas revistas, jornais, livros, num álbum de autógrafos ou disco raro de 78rpm. Adianta-se, a título de amostra e exemplo, o caso de Ary Barroso. Para manter o nível de satisfação em atender aos apreciadores e colecionadores de discos apresenta-se um repertório verde-amarelo, com exemplares históricos. Compositores e intérpretes da década 1930 desfilam nesta exibição, destacando Noël Rosa, Lamartine Babo, Ary Barroso, Ataulpho Alves, Cartola, Nelson Cavaquinho, Pixinguinha, Adoniran Barbosa, Carmen Miranda, Francisco Alves e Orlando Silva. As festas de São João e o Carnaval - manifestações do povo brasileiro - têm presença. Basta conferir Cae, cae, balão, A Jardineira, Pirolito, Allah-La-Ô e tantos outros. O civismo está em dois momentos: I- nos hinos, e aqui há ênfase para a 1ª gravação cantada do Hino Nacional Brasileiro, por Vicente Celestino; II- nos sambas-exaltação e marchas antes e durante a 2ª Guerra, como é o caso de Aquarella do Brasil, Canta, Brasil, Canção do Expedicionário, etc. Aliás, em se tratando da Segunda Grande Guerra, o Führer é tratado por Adolfito mata-moros, em música de carnaval. A música interiorana caipira, inaugurada em gravações por Cornélio Pires, aparece em diversos discos da série especial particular, dedicada a esses registros. A valsa sertaneja Saudades de Matão, na primeira gravação, é um disco imprescindível a qualquer coleção. Lampião, o Virgulino, é cantado por Manoel Araújo em raro disco Odeon. E o mundo não se acabou..., com a Pequena Notável, é outra chapa procurada por colecionadores. Outra categoria de inspiração popular, mas sempre ligada à música, é o futebol, que aparece em importantes registros: Ary Barroso faz a introdução de uma gravação de Carmen Miranda, narrando um jogo, enquanto Vasco da Gama, Corinthians, Flamengo, Santos e a Copa do Mundo constam em discos selecionados. A religião afro-brasileira, comum no meio artístico da época, é representada em gravações raras: Cadê Vira-Mundo, Uma festa de Nãnam e Abaluaiê. Contudo, Pixinguinha desapega um pouco do instrumento e coloca a voz, em gravação incomum, no lundu africano Yaô. E como não podia faltar, a política, com tempo e arranjo para música, acontece neste Leilão. Confira a menção ao período Café com Leite e aos políticos João Pessoa, Ademar de Barros, Getúlio Vargas e Prestes Maia. Dois novos movimentos da cultura musical surgem nas décadas 1940 e 1950 e que não foram dispensados desta seleção: o baião, através do rei Luiz Gonzaga, e a Bossa Nova, com Chega de Saudade, em interpretação do conjunto vocal Os Cariocas. Por fim, classificam-se como raridades os discos: da gravadora porto-alegrense Gaúcho; os fabricados pela Casa Edison (Rato, Rato é inspirada na peste bubônica que alastrou no Rio de Janeiro); da paulistana Ouvidor, com duração efêmera; Conversa de Crioulo, samba de partido alto com Pixinguinha comandando o Grupo da Guarda Velha; de João Donato, acordeonista, componente do conjunto Os Namorados. Há de se destacar uma preciosa seleção de FOTOGRAFIAS ORIGINAIS DA BAHIA, retratando cenas únicas da capital (Salvador) e do interior daquele riquíssimo Estado, autoria do fotógrafo ARTHUR WISCHRAL (1894-1982) nos idos de 1931, as quais não integraram o catálogo do leilão 16611, que foi dedicado inteiramente às obras do aludido fotógrafo. No âmbito dos livros raros, vale apontar uma edição raríssima de Guimarães Rosa (Edições Hipocampo), limitada a 116 exemplares, intitulada -Com o vaqueiro Mariano- fruto de sua visita ao Pantanal do Mato Grosso durante o processo de elaboração de seu clássico -Grande Sertão: Veredas-. Adentrando ao setor de periódicos, exemplares de jornais e revistas brasileiros de épocas diversas, inclusive curiosas publicações da chamada -imprensa alternativa-. Por fim, traz-se duas telas do artista A. SOUSA, oriundo da EBA-UFRJ, cuja marca não se atrela ao virtuosismo do desenho clássico e sim à expressividade visceral ligada à poética sócio-política, fruto de sua visão de mundo. Impossível será estender este texto com o fito de traçar um mapeamento completo dos meandros do catálogo deste leilão, até mesmo para instigar, à luz da vitrine aqui composta, a vontade de explorar os 771 lotes a serem apregoados nos dias 24, 25 e 26 de novembro próximos. Alguns lotes que estiveram no catálogo do leilão 15596, realizado em Setembro, ingressaram novamente neste pregão em virtude de falecimento do cliente arrematante, um colecionador de São Paulo de saudosa memória. Bons arremates a todos! FABIO F. PEREIRA (Organizador).

Peça

Visitas: 216

Tipo: Diversos

APRESENTAÇÃO: Em obediência às nossas melhores tradições, apresenta-se ao público o XI GRANDE LEILÃO A.R: DISCOTECA 78RPM, FOTOGRAFIAS, LIVROS RAROS, PERIÓDICOS, AUTÓGRAFOS E PINTURAS, onde diversos personagens da vida brasileira (e alguns estrangeiros) se fazem presentes. Muitos deles manifestam-se no catálogo sob formas diversas, seja nas revistas, jornais, livros, num álbum de autógrafos ou disco raro de 78rpm. Adianta-se, a título de amostra e exemplo, o caso de Ary Barroso. Para manter o nível de satisfação em atender aos apreciadores e colecionadores de discos apresenta-se um repertório verde-amarelo, com exemplares históricos. Compositores e intérpretes da década 1930 desfilam nesta exibição, destacando Noël Rosa, Lamartine Babo, Ary Barroso, Ataulpho Alves, Cartola, Nelson Cavaquinho, Pixinguinha, Adoniran Barbosa, Carmen Miranda, Francisco Alves e Orlando Silva. As festas de São João e o Carnaval - manifestações do povo brasileiro - têm presença. Basta conferir Cae, cae, balão, A Jardineira, Pirolito, Allah-La-Ô e tantos outros. O civismo está em dois momentos: I- nos hinos, e aqui há ênfase para a 1ª gravação cantada do Hino Nacional Brasileiro, por Vicente Celestino; II- nos sambas-exaltação e marchas antes e durante a 2ª Guerra, como é o caso de Aquarella do Brasil, Canta, Brasil, Canção do Expedicionário, etc. Aliás, em se tratando da Segunda Grande Guerra, o Führer é tratado por Adolfito mata-moros, em música de carnaval. A música interiorana caipira, inaugurada em gravações por Cornélio Pires, aparece em diversos discos da série especial particular, dedicada a esses registros. A valsa sertaneja Saudades de Matão, na primeira gravação, é um disco imprescindível a qualquer coleção. Lampião, o Virgulino, é cantado por Manoel Araújo em raro disco Odeon. E o mundo não se acabou..., com a Pequena Notável, é outra chapa procurada por colecionadores. Outra categoria de inspiração popular, mas sempre ligada à música, é o futebol, que aparece em importantes registros: Ary Barroso faz a introdução de uma gravação de Carmen Miranda, narrando um jogo, enquanto Vasco da Gama, Corinthians, Flamengo, Santos e a Copa do Mundo constam em discos selecionados. A religião afro-brasileira, comum no meio artístico da época, é representada em gravações raras: Cadê Vira-Mundo, Uma festa de Nãnam e Abaluaiê. Contudo, Pixinguinha desapega um pouco do instrumento e coloca a voz, em gravação incomum, no lundu africano Yaô. E como não podia faltar, a política, com tempo e arranjo para música, acontece neste Leilão. Confira a menção ao período Café com Leite e aos políticos João Pessoa, Ademar de Barros, Getúlio Vargas e Prestes Maia. Dois novos movimentos da cultura musical surgem nas décadas 1940 e 1950 e que não foram dispensados desta seleção: o baião, através do rei Luiz Gonzaga, e a Bossa Nova, com Chega de Saudade, em interpretação do conjunto vocal Os Cariocas. Por fim, classificam-se como raridades os discos: da gravadora porto-alegrense Gaúcho; os fabricados pela Casa Edison (Rato, Rato é inspirada na peste bubônica que alastrou no Rio de Janeiro); da paulistana Ouvidor, com duração efêmera; Conversa de Crioulo, samba de partido alto com Pixinguinha comandando o Grupo da Guarda Velha; de João Donato, acordeonista, componente do conjunto Os Namorados. Há de se destacar uma preciosa seleção de FOTOGRAFIAS ORIGINAIS DA BAHIA, retratando cenas únicas da capital (Salvador) e do interior daquele riquíssimo Estado, autoria do fotógrafo ARTHUR WISCHRAL (1894-1982) nos idos de 1931, as quais não integraram o catálogo do leilão 16611, que foi dedicado inteiramente às obras do aludido fotógrafo. No âmbito dos livros raros, vale apontar uma edição raríssima de Guimarães Rosa (Edições Hipocampo), limitada a 116 exemplares, intitulada -Com o vaqueiro Mariano- fruto de sua visita ao Pantanal do Mato Grosso durante o processo de elaboração de seu clássico -Grande Sertão: Veredas-. Adentrando ao setor de periódicos, exemplares de jornais e revistas brasileiros de épocas diversas, inclusive curiosas publicações da chamada -imprensa alternativa-. Por fim, traz-se duas telas do artista A. SOUSA, oriundo da EBA-UFRJ, cuja marca não se atrela ao virtuosismo do desenho clássico e sim à expressividade visceral ligada à poética sócio-política, fruto de sua visão de mundo. Impossível será estender este texto com o fito de traçar um mapeamento completo dos meandros do catálogo deste leilão, até mesmo para instigar, à luz da vitrine aqui composta, a vontade de explorar os 771 lotes a serem apregoados nos dias 24, 25 e 26 de novembro próximos. Alguns lotes que estiveram no catálogo do leilão 15596, realizado em Setembro, ingressaram novamente neste pregão em virtude de falecimento do cliente arrematante, um colecionador de São Paulo de saudosa memória. Bons arremates a todos! FABIO F. PEREIRA (Organizador).

Informações

Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    O presente instrumento, denominado "Termos e Condições do Leilão", tem por objetivo regular a participação de usuários (arrematantes) no sistema online de leilões.

    1. As obras que compõem o presente LEILÃO, em exposição exclusivamente através do site do Acervo Raro Leilões, www.acervoraroleiloes.com.br, foram periciadas pelo organizador que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições.

    2. Em caso eventual de engano na expertise de obras, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feita em até 5 dias após o fim do leilão e/ou acesso à mercadoria. Findo este prazo, não mais serão admitidas quaisquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3. Obras estrangeiras serão sempre vendidas como "Atribuídas".

    4. O Leiloeiro(a) não é proprietário dos lotes, mas o faz em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e desembaraço dos mesmos.

    5. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo.

    As obras serão vendidas "NO ESTADO" em que foram recebidas e expostas. Descrição de estado ou vícios decorrentes do uso será descrito dentro do possível, mas sem obrigação.

    Pelo que se solicita aos interessados ou seus peritos, prévio e detalhado exame até o dia do pregão.

    Depois da venda realizada não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas, nem servirá de alegação para descumprir o compromisso firmado.

    6. O leilão obedecerá rigorosamente à ordem dos lotes apresentada no catalogo. Todos os lotes poderão receber lances prévios antes da data de realização do pregão(*).

    Contudo, o lance vencedor será registrado somente durante o pregão ao vivo (data e horário divulgado no catálogo).

    É somente nesta data que o Leiloeiro(a) "baterá o martelo", formalizando cada lote como "Lote vendido".

    Os lances efetuados após a apresentação do lote no pregão, terão seu aceite ou não submetidos ao crivo do Leiloeiro(a) responsável.

    7. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões, ou autorizar a lançar em seu nome; o que poderá ser feito por funcionário autorizado pelo Leiloeiro(a).

    8. O Leiloeiro(a) colocará, a titulo de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto o obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: Para a participação nos leilões online faz-se necessário possuir um cadastro válido e ativo.

    Caso não possua cadastro, este poderá ser efetuado diretamente através do site do respectivo leilão, sendo certo que este deverá ser atualizado sempre que necessário.

    8.1.1 O acesso ao sistema de leilões online pelo usuário poderá ser cancelado ou suspenso a qualquer tempo e sob o exclusivo critério do Leiloeiro(a), não havendo direito a qualquer reclamação ou indenização.

    8.2. O arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante, acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem efetuados.

    Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome, os quais somente poderão ser anulados e/ou cancelados de acordo com autorização do leiloeiro(a) responsável.

    8.3. Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site), devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    9. O Leiloeiro(a) se reserva o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes.

    10. Adquiridas as obras e assinado pelo arrematante o compromisso de compra, NÃO MAIS SERÃO ADMITIDAS DESISTÊNCIAS sob qualquer alegação.

    11. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença do Leiloeiro(a); o que não cria novação.

    12. As obras adquiridas deverão ser pagas e retiradas IMPRETERIVELMENTE em até 72 horas após o término do leilão, e serão acrescidas da comissão do Leiloeiro(a), (5%).

    Não sendo obedecido o prazo previsto, o Leiloeiro poderá dar por desfeita a venda e efetuar o bloqueio da respectiva cartela até respectiva quitação de taxas e multas equivalentes.

    13. As despesas com as remessas dos lotes adquiridos, caso estes não possam ser retirados, serão de inteira responsabilidade dos arrematantes.

    O cálculo de frete, serviços de embalagem e despacho das mercadorias deverão ser considerados como Cortesia e serão efetuados pelas Galerias e/ou Organizadores mediante prévia indicação pelo arrematante da empresa responsável pelo transporte e respectivo pagamento dos custos de envio, ficando o Leiloeiro(a) e as Galerias e/ou Organizadores isentos de qualquer responsabilidade em caso de extravio, furto e/ou dano à mercadoria.

    14. O Leiloeiro(a) reserva-se ao direito de cancelar o lance, caso o arrematante adote posturas consideradas ofensivas, desrespeitosas ou inapropriadas, seja antes ou durante a realização de leilão.

    Poderá haver cancelamento de qualquer oferta de compra, sempre que não for possível comprovar a identidade do usuário ou caso este venha a descumprir quaisquer condições estabelecidas no presente contrato, dentre elas, a utilização de cadastros paralelos objetivando se eximir das responsabilidades previstas neste Termo.

    15. - O arrematante assume neste ato, expressamente, que responderá, civil e criminalmente, pelo uso de qualquer equipamento, programa ou procedimento que vise interferir no funcionamento do site.

    16. - O arrematante, ao clicar ACEITO declara ter lido e aceito o conteúdo do presente "termos e condições", sem nenhuma oposição, inclusive, não tem ressalva a fazer sobre as condições aqui estabelecidas.

    Também declara ter capacidade, autoridade e legitimidade para assumir responsabilidades e obrigações através do presente instrumento.

    17. Todas as controvérsias oriundas ou relacionadas ao presente Termo, deverão ser resolvidas, primeiramente, por negociação e/ou mediação entre as Partes.

    Não logrando êxito, a controvérsia poderá vir a ser resolvida por interpelação judicial.

    18. A Parte interessada em iniciar o procedimento de negociação/mediação deverá comunicar a outra parte por escrito, detalhando a sua reclamação, bem como apresentando proposta para a solução da questão, sendo concedido prazo de até 10 (dez) dias para a outra Parte apresentar sua manifestação.

    Fica eleito Foro Central da Comarca de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, para dirimir quaisquer controvérsias oriundas deste instrumento não equacionada via negociação e/ou mediação, com a expressa renuncia a outro por mais privilegiado que seja ou venha a ser.

    Leilão - forma de alienação de bens.

    *Pregão - forma de licitação pública, em data e horário pré-definidos, onde é validado a escolha do melhor candidato pelo respectivo leiloeiro(a) responsável.

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    À vista, acrescido da taxa do leiloeiro de 5%.

    Através de depósito ou transferência bancária em conta informada no e-mail de cobrança.

    Não aceitamos cartões de crédito.

    Para depósitos em cheque, as peças serão liberadas para retirada/envio somente após a compensação.

  • FRETE E ENVIO

    Exposto, também, com detalhes, no e-mail de cobrança:

    SE O CLIENTE DESEJAR RECEBER SUA ENCOMENDA EMENDEREÇO DIVERSO AO CADASTRADO NA BASE DE DADOS DO LEILÕESBR, DEVERÁ INFORMAR VIA E-MAIL OS DADOS COMPLETOS DE DESTINO a fim da cotação correspondente. PARA MAIOR PRATICIDADE, TODAVIA, RECOMENDA-SE MANTER ATUALIZADO O ENDEREÇO DE RECEBIMENTO DAS ENCOMENDAS JUNTO AO CADASTRO DOS LEILÕESBR.